ENGENHARIA DE PRODUÇÃO


E o ramo da engenharia que gerencia os recursos humanos, financeiros e materiais para aumentar a produtividade de uma empresa. O engenheiro de produção e peca fundamental em indústrias e empresas de quase todos os setores. Ele une conhecimentos de administração, economia e engenharia para racionalizar o trabalho, aperfeiçoar técnicas de produção e ordenar as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma organização. Define a melhor forma de integrar mão de obra, equipamentos e matéria-prima, a fim de avançar na qualidade e aumentar a produtividade. Por atuar como elo entre o setor técnico e o administrativo, seu campo de trabalho ultrapassa os limites da indústria. O especialista em economia empresarial, por exemplo, costuma ser contratado por bancos para montar carteiras de investimentos. Esse profissional e requisitado, também, por empresas prestadoras de serviços para definir funções e planejar escalas de trabalho. 

Mercado de trabalho

O perfil multidisciplinar desse profissional, que tem sólida base matemática e é treinado para encarar problemas de maneira global, abre o leque de opções de trabalho. "O engenheiro de produção entende de todo o processo produtivo, e por isso tem uma vaga garantida não apenas na indústria, mas também em empresas prestadoras de serviço, lojas de varejo, área de turismo, finanças, telecomunicação e saúde", afirma Ana Beatriz Lopes de Sousa Jabbour, coordenadora do curso da Unesp, em Bauru. A maioria das vagas está no Sudeste e no Sul. Mas a instalação de indústrias no Ceará e em Pernambuco abre o mercado nordestino. Merece destaque, ainda, o Centro-Oeste e o interior paulista São Paulo, com a agroindústria.

Salário inicial: R$ 4.068,00 por 6 horas diárias (fonte: Crea-SP);

O que você pode fazer

Desenvolvimento organizacional

Analisar e definir a estrutura de uma empresa.

Economia empresarial

Gerenciar a vida financeira de uma empresa, lidando com custos e aplicação de recursos.

Engenharia do trabalho

Administrar a mão de obra para a produção de bens ou a prestação de serviços, avaliando custos, prazos e instalações para possibilitar a execução do trabalho.

Planejamento e controle

Implantar e administrar processos de produção, da seleção de matérias-primas à saída do produto. Estabelecer e fiscalizar padrões de qualidade. Gerenciar operações logísticas, como armazenagem e distribuição.

Produção agroindustrial

Antecipar problemas e encontrar soluções, com o uso de ferramentas de Ti.

Simulação de processos

Antecipar problemas e encontrar soluções, com o uso de ferramentas de TI.

 

Fonte:http://guiadoestudante.abril.com.br/ 04/08/14

Mídia